A aplicação do pó bióxido na área de materiais optoeletrônicos se manifesta principalmente nos seguintes aspectos:
 
 

1. Aplicação de vidro à base de bióxido

O vidro à base de bióxido, devido às suas excelentes propriedades ópticas, como alto índice de refração, transmissão infravermelha e propriedades ópticas não lineares, é altamente atraente para aplicações de materiais em dispositivos optoeletrônicos e transmissão de fibra óptica. Nestes materiais, o óxido de bismuto é usado como aditivo em quantidades significativas, tornando-se uma importante direção de aplicação para o óxido de bismuto.
 
 

2. Aplicação de Oxihaletos de Bismuto (BiOX, X = Cl, Br, I, F)

Os oxihaletos de bismuto são um novo tipo de material fotocatalítico semicondutor. Comparado ao TiO2, sua estrutura em camadas exclusiva e largura de bandgap ajustável fazem com que eles exibam desempenho fotocatalítico superior. Os oxihaletos de bismuto têm grandes aplicações potenciais em optoeletrônica, catálise e armazenamento de energia.
 
 

3. Aplicação de materiais optoeletrônicos à base de bismuto

Materiais optoeletrônicos à base de bismuto têm sido amplamente pesquisados e aplicados em sensores químicos. Esses materiais possuem estruturas eletrônicas únicas, estruturas cristalinas e excelente capacidade de resposta à luz visível, e suas aplicações em sensores químicos têm recebido atenção significativa nos últimos anos.
 
 
Em resumo, as principais aplicações do pó de bióxido no campo de materiais optoeletrônicos incluem vidro à base de óxido de bismuto para dispositivos optoeletrônicos e transmissão de fibra óptica, a aplicação fotocatalítica de oxihaletos de bismuto e a aplicação de materiais optoeletrônicos à base de bismuto em sensores químicos. Estas áreas de aplicação demonstram a diversidade e a importância do pó de bióxido na tecnologia e na indústria modernas.